Dibrax



Câmara de Cabedelo inicia hoje análise de pedido de impeachment de Leto Viana

Paraíba 15/05/2018 às 16:17


 A Câmara Municipal de Cabedelo irá realizar uma sessão ordinária a partir das 20h desta terça-feira (15) para ler o pedido de impeachment do prefeito afastado Leto Viana (PRP) e do vice-prefeito, também afastado, Flávio Oliveira (PRP).

O gestor foi afastado do cargo e preso por determinação da Justiça após a Operação Xeque-Mate. Ele é acusado de chefiar uma quadrilha envolvida com “desvio de recursos públicos através da indicação de servidores ‘fantasmas’; corrupção ativa e passiva; fraudes a licitações; lavagem de dinheiro; avaliações fraudulentas de imóveis públicos e recebimento de propina para aprovação ou rejeição de projetos legislativos”.

De acordo com a vereadora presidente da Câmara, Geuza Ribeiro (PRP), o pedido foi protocolado por entidades e partidos políticos na noite da quinta-feira (10). “Não vou me omitir como presidente da casa e nem os próprios vereadores. Vamos seguir fielmente o que rege a lei do município”, afirma.

Ainda de acordo com Geuza Ribeiro, a Comissão Processante criada será de caráter provisório, já que deve ser composta por três vereadores titulares e apenas dois aceitaram o pedido. “Temos apenas três vereadores titulares, dois aceitaram, o terceiro não quer participar”, diz. “O que sabemos é que o regimento interno vera a formação de comissão por vereadores suplementes. Nós teremos que avaliar toda a tramitação, principalmente pelo jurídico da casa, porque estamos sofrendo uma situação atípica”, conclui.

Ao todo, 10 vereadores foram afastados durante a Operação Xeque-Mate. Além disto, o antigo presidente da Câmara, Vítor Hugo (PRP), assumiu o cargo de prefeito, fazendo com que o número de suplentes aumentasse para 11. A atual presidente da casa, Geuza Ribeiro, não pode integrar a comissão, sobrando apenas três vereadores titulares.

 

Comentários

    Comentários do Facebook