Dibrax



MPF- PB investiga lote de munição utilizada na execução de Marielle e Anderson

Paraíba 18/04/2018 às 13:10


 O Ministério Público Federal da Paraíba (MPF-PB) investiga o uso de munição especial desviada do lote UZZ 18, usada na execução da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, no dia 14 de março. O procedimento está sob responsabilidade do procurador da República Antônio Edílio Magalhães Teixeira. 

O procedimento foi instaurado na semana passada, após a Polícia Federal confirmar que a mesma munição usada nos assassinatos da vereadora e seu motorista também havia sido recolhida no local do crime de um assalto na agência dos Correios de Serra Branca, na Paraíba. 

O procurador da República Antônio Edílio Magalhães Teixeira disse a O Globo que a investigação tem importância para todo o país, já que a munição de uso restrito vendida para agentes do estado foi usada nos assassinatos no Rio de Janeiro, no assalto na Paraíba, em uma chacina em São Paulo e ainda em outros homicídios na Região Metropolitana do Rio. 

Comentários

    Comentários do Facebook