Dibrax



PIB da Paraíba apresenta retração de 2,7%, aponta pesquisa do IBGE

Paraíba 16/11/2017 às 13:32


 O Produto Interno Bruto (PIB) da Paraíba em 2015 apresentou uma retração de 2,7%.  O resultado da economia paraibana foi apresentado nesta quinta-feira (16) pela Secretaria de Estado do Planejamento e Gestão.

O PIB foi de R$ 56,14 bilhões, o que representa um avanço de 6,1% em valor corrente em relação a 2014. A participação do estado no PIB do País manteve-se em 0,9% e, em volume, a economia paraibana apresentou retração de 2,7%, resultado influenciado pelos desempenhos em Agricultura, inclusive apoio à agricultura e pós-colheita, Construção e Comércio, manutenção e reparação de veículos automotores e motocicletas.

A Paraíba acumula nos últimos cinco anos (2010-2015) uma taxa de crescimento nominal da ordem de 16,5%, superior a do Brasil e do Nordeste que foram, respectivamente, de 5,8% e 9,8%.

Com o resultado, a Paraíba ocupa o terceiro lugar no Nordeste em crescimento real e o sétimo lugar no país, quando analisado o crescimento acumulado.

Conforme o secretário Waldson Souza, apesar do ano de 2015 ter sido considerado difícil em virtude do recuo na economia nacional, a Paraíba teve uma das menores perdas quando comparada a outros estados. A indústria e o setor de serviços contribuíram para o resultado na economia.

A pesquisa ‘Contas Regionais do Brasil (2010-2015)’, foi realizada em parceria com os órgãos estaduais de estatística.

Agropecuária

Na Agropecuária, com resultado de R$ 1,91 bilhões, destacam-se as variações em volume negativas nas lavouras temporárias e nas lavouras permanentes em Agricultura, inclusive apoio à agricultura e pós-colheita; que culminou na queda em volume de 6,8% desta atividade. A variação positiva de 0,7% da atividade Pecuária, inclusive apoio a pecuária, que reflete o resultado da criação de bovinos no estado, não foi suficiente para compensar os efeitos da queda na agricultura e, portanto, a variação em volume do setor foi de -2,6%.

Indústria

Na Indústria, o valor de R$ 8,61 bilhões em 2015, garantiu o aumento da participação relativa do setor de 16,7% para 17,2% no total da economia paraibana, ainda tenha verificado queda em volume de 4,5%. A atividade Eletricidade e gás, água e esgoto, atividades de gestão de resíduos e contaminação foi a que mais contribuiu para a elevação da participação do setor industrial na Paraíba; beneficiada pelo aumento do preço da energia elétrica. Em termos de variação em volume, as quedas de Indústrias extrativas (13,9%) e Construção (9,9%) determinaram o resultado do setor.

Serviços 

No setor de Serviços, com valor de R$ 39,59 bilhões em 2015, contribuíram com variação em volume positiva: Atividades financeiras, seguros e serviços relacionados (4,8%); Atividades  profissionais, científicas e técnicas, administrativas e serviços complementares (9,9%); e Atividades imobiliárias (1,0%). Porém, Administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social e Comércio, manutenção e reparação de veículos automotores e motocicletas, as duas atividades de maior participação não só no setor, mas em toda a economia paraibana, contribuíram com variação em volume negativa, -1,4% e -11,0%, respectivamente. Consequentemente, o desempenho em volume de Serviços apontou retração de 1,9%.

MaisPB com IBGE

Comentários

    Comentários do Facebook