Dibrax



Plano para arranjos produtivos da Paraíba ganha destaque nacional

Paraíba 16/11/2017 às 13:17


 Os arranjos produtivos de sucesso e a estratégia adotada pelo Governo da Paraíba nessa área foram apresentados durante a 8ª Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais (APL), realizada entre os dias 7 e 9 deste mês no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília.

 
Equipe da Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde) foi ao evento, atendendo convite feito pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, que destacou a experiência como caso de sucesso.
 
Os coordenadores Paulo Fernando Cavalcanti Filho, Marilia Medeiros de Araújo e Dêlma do Socôrro Aquino apresentaram a estratégia da Paraíba em quatro momentos distintos. No dia 7 durante as reuniões de trabalho entre os núcleos estaduais de apoio aos APL, a Paraíba contribuiu com a formulação de propostas para dinamização dessas políticas.
 
No dia seguinte, dividindo mesa com Helena Lastres (coordenadora da Redesist/UFRJ e ex-assessora da presidência do BNDES), a equipe explanou a natureza de inovações instituições que constitui as bases da estratégia do Plano de Desenvolvimento Econômico e Social e Sustentável para os Arranjos Produtivos Locais da Paraíba (Plades).
 
Já no terceiro e último dia da conferência, os Coordenadores apresentaram os detalhes do plano em mesa moderada pela Coordenadora Geral de Arranjos Produtivos Locais do MDIC, Gabriela Maretto.
 
A equipe do Plades participou do lançamento do livro ‘Arranjos Produtivos Locais e Desenvolvimento’, publicado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e que traz um capítulo inteiro dedicado a relatar a experiência paraibana no processo de construção do Plades.
 
“O Plades, através dos Arranjos Produtivos Locais (APL), traz um mapeamento dos segmentos para que possamos aperfeiçoar a produção, de acordo com sua vocação produtiva, conforme as exigências do mercado nacional e mundial. São 22 segmentos de arranjos que têm autonomia para impulsionar o crescimento local”, lembrou Lindolfo Pires, secretário de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico.
 
Plades – Trata-se de um acordo formalizado entre o Governo do Estado e a UFPB para o Plano de Desenvolvimento Econômico e Social Sustentável dos Arranjos Produtivos Locais da Paraíba. Foi assinado em 2016 pelo governador Ricardo Coutinho e a reitora Margareth Formiga Diniz. Hoje o plano conta com as parcerias da UEPB, IFPB, UFCG, BNB, Sudene e Embrapa-caprino.

Comentários

    Comentários do Facebook