Dibrax



Dono da empresa Real Bus morre aos 87 anos em CG

Paraíba 20/09/2017 às 11:09


O empresário Walter Brito, dono da empresa de transporte Real, faleceu, na madrugada desta quarta-feira (20), na cidade de Campina Grande, agreste paraibano, aos 87 anos.

Walter Brito estava com problema de infecção e morreu na sua própria residência. O velório do corpo do empresário começará a partir das 14 horas de hoje no Cemitério Campo Santo, mesmo local onde ele será enterrando às 12h desta quinta-feira (21). A família espera a chegada de uma filha do empresário que mora nos Estados Unidos.
 
Em contato com o Portal MaisPB, o ex-deputado estadual Walter Brito lamentou a morte do pai e disse que ele só fez amigos.
 
“Só fez amigos na Paraíba e em Campina Grande. Como filho estou vivendo esse momento na certeza  que ele está na glória junto com a minha mãe que partiu a cinco anos. Fica a lembrança um pai maravilhoso,  amigo, da famíla e um servo do senhor”, destacou o ex-parlamentar.
 
Walter Brito deixa oito filhos. Entre os netos o ex-deputado federal Walter Brito Neto.
 
Políticos lamentam
 
O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, emitiu pesar pela pela morte de Walter Brito. Para ele, a cidade perdeu um de seus desbravadores do desenvolvimento.
 
“Arrojado nos negócios, consciente de seus deveres de cidadão e cordato como pessoa. A Paraíba deve muito a ele e sua ausência deixa uma grande lacuna”, destacou o prefeito.
 
Em nota, o deputado federal Rômulo Gouveia lamentou a morte do empresário e destacou o empreendedorismo e espírito colaborativo que marcaram sua trajetória.
 
“Walter foi um patrimônio de Campina, um homem de grandes ideias e de muita coragem. Com muito esforço e dedicação, ao lado de sua família, proporcionou a realização de sonhos. Entre Campina Grande e João Pessoa, nos ônibus da Realbus, está registrado a alegria de crianças, de jovens, de adultos e dos cidadãos da melhor idade, que percorreram, com conforto e segurança, quilômetros em busca de reencontros, de descanso, de lazer e de conquistas”, disse.
 
Rômulo ressaltou que, mesmo sendo empresário, era uma característica de Walter Brito ceder ônibus para famílias enlutadas, para igrejas, associações e a comunidade fazendo um trabalho social marcante na cidade.
 
MaisPB
 
 

Comentários

    Comentários do Facebook