Dibrax



Dois juízes rejeitam AIJE de Ricardo contra Cássio

Política 15/05/2017 às 17:39


O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba retomou nesta segunda-feira (15) julgamento de Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) impetrada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) contra o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), seu adversário na disputa pelo Governo do Estado em 2014. No entanto, um pedido de vista apresentado pelo juiz Emiliano Zapata adiou a decisão da Corte Eleitoral.

Por enquanto, todos os membros da Corte que votaram se posicionaram pela improcedência da Aije.

O julgamento foi retomado com voto vista da juíza Micheline Jatobá, que seguiu integralmente o relator da ação, desembargador Romero Marcelo, e se posicionou pela improcedência da Aije.

A acusação é de que representantes da Polícia Militar e Sindifisco teriam supostamente induzido seus membros a votarem no candidato de oposição ao Governo nas eleições. Cássio é acusado de abuso de poder político e econômico.

“A linha desta entidade continuou (durante as eleições) a mesma que sempre seguiram”, pontuou a juíza. O juiz Breno Wanderley também seguiu o relator na sessão de hoje. Na sessão anterior, o juiz Márcio Maranhão também votou pela improcedência da ação.

O Ministério Público Eleitoral se manifestou pela procedência parcial da Aije.

Conforme a presidente da Corte, desembargadora Maria das Graças, o julgamento será retomado na próxima segunda-feira (22).

MaisPB

Comentários

    Comentários do Facebook